Saúde Bucal

As aftas são lesões que afetam a mucosa oral, caracterizada por abrasão ou por ulcerações arredondadas com tamanhos que variam de 2 a 5 milímetros (“afta” significa “úlcera da boca”). Mas, quais são os sintomas de uma afta? Quais são as causas e quais os possíveis remédios?

Às vezes estão associadas à existência de uma estomatite, a afta é bastante dolorosa, é uma úlcera rasa de coloração branca ou levemente amarelada com as bordas avermelhadas. As aftas podem aparecer em grupos ou isoladas. Normalmente desaparecem em uma ou duas semanas.

Podem aparecer dentro da boca, nas bochechas, lábios, garganta e até na língua. As aftas são diferentes das bolhas que aparecem em função da febre e daquelas que aparecem por causa da herpes, estas são contagiosas ao contrário das aftas.

afta

Aftas são muito comuns, mas raras durante a infância: pode aparecer no período da adolescência e atingir um pico de aparecimento entre os 20 e 50 anos, com uma incidência maior entre as mulheres.

As aftas se diferem genéricamente em:

  • Aftas menores;
  • Aftas maiores;
  • Aftas  herpetiforme, menos comuns;

Sintomas

O incômodo provocado por um afta na boca é normalmente acompanhado por uma dor.

Os sintomas mais comuns de uma afta oral são:

  • Formigamento;
  • Irritação em um ponto específico da mucosa oral;
  • Perda do paladar;
  • Vermelhidão e ressecamento da área afetada;
  • Dor, e quando a dor fica mais intensa é sinal de que já se formou uma úlcera no local.

Quando se formal várias aftas pode significar uma lesão inflamatória crônica chamada de estomatite aftosa recorrente ou úlcera aftosa. Neste caso, os sintomas podem ser:

  • Febre;
  • Inchaço dos linfonodos.

Causas

Na verdade pouco se sabe sobre as causas das aftas. Em geral, o mais comum é:

  • Febre ou resfriado;
  • Alterações hormonais durante o período menstrual;
  • Traumas e intervenções odontológicas;i
  • Desequilíbrio da flora intestinal;
  • Estresse e cansaço;
  • Pequenas lesões na boca causada, por exemplo, por uma escovação agressiva;
  • Alguns tipos de intolerâncias alimentares, como chocolate, café, morango, ovos, frutas secas, queijos, abacaxi;
  • Carência de vitamina B-12, zinco, ácido fólico ou ferro;
  • Alergia a algumas bactérias bucais;

Em alguns casos, as aftas podem ser recorrentes na presença de determinadas doenças como:

  • Doenças inflamatórias crônicas intestinais;
  • Doença de Behçet, uma doença rara que causa inflamações em todo corpo, inclusive na boca;
  • HIV / AIDS, que afetam o sistema imunológico;

Existem diversos fatores de predisposição, tais como:  

  • Mulheres, as aftas são mais comuns no sexo feminino;
  • Predisposição familiar;

Cura

Em princípio, as aftas tendem a regredir e desaparecer espontaneamente por isso quase nunca é necessário recorrer a medicamentos. Claro que se a incidência das lesões estiver relacionada a uma doença específica, se faz necessário identificar sua natureza e procurar um médico.

Dessa forma, se as aftas aparecem por conta da deficiência de alguma vitamina (sobretudo o ácido fólico) e minerais como o zinco e o ferro, é preciso integrá-los a alimentação.

Além disso, para não agravar a situação das aftas, é necessário estar atento à limpeza dos dentes e, nos casos em que as feridas são muito dolorosas, pode ser feito um bochecho com um enxaguante bucal sem álcool.

Quem prefere evitar os medicamentos mas quer acelerar a recuperação das lesões pode recorrer a um dos seguintes remédios naturais:

  • Chá, aplicar um saquinho sobre a ferida;
  • aloe vera, possui propriedades antivirais e anti inflamatórias, contém aminoácidos e vitaminas B1, B2, B6 e C, que ajudam a acelerar o processo de cicatrização e a reduzir a dor;
  • Óleo de coco
  • Sal, especialmente aquele rosa do himalaia com o qual se pode preparar uma solução com água para um bochecho e gargarejo ou ainda aplicar uma pitada diretamente no local afetado;
  • Água morna com limão;
  • Óleo de tea tree, para enxaguar a boca com um pouco de água ou fazer uma aplicação direta com um pedaço de algodão;
  • Própolis;
  • Bicarbonato de sódio, que é também anti-séptico;
  • Tintura de mirra, ajuda a reduzir a dor;
  • Alho, um pedacinho amassado aplicado sobre a afta.

Entre outros remédios aconselhados estão a calêndula, Florais de Bach e acupuntura.

Enfim, é recomendado evitar abrasivos, comidas ácidas ou picantes que podem aumentar a irritação, escove os dentes delicadamente utilizando uma escova macia.

 

Para garantir uma saúde bucal perfeita não deixe de visitar o seu dentista regularmente. É ele quem vai fazer uma limpeza mais profunda e identificar aquele problema que você não consegue diagnosticar sozinho.

7 May, 2019
afta

Afta: sintomas, causas e possíveis remédios

As aftas são lesões que afetam a mucosa oral, caracterizada por abrasão ou por ulcerações arredondadas com tamanhos que variam de 2 a 5 milímetros (“afta” […]